segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

essas palavras que eu conheço tão bem já não dizem tudo o que eu quero ouvir. as novas, por estranheza ou desdém da ignorância, tampouco. minha língua não me traduz, não produz todos os meus sons, não sabe dos gostos duas partes.

da necessidade da tua língua pra me ler.

Um comentário:

Rita disse...

Como é que eu não sabia disso?

Gostei muito.